Conversando sobre o Adventismo

Em Construção

Jesus é a nossa grande esperança. A razão maior da nossa fé.

“Um povo sem história é um povo sem raízes, se você não sabe de onde veio então não sabe por que está aqui. Esse é um ponto muito importante em termos de identidade. Nosso movimento começou com um propósito específico e se nós perdermos esse propósito ao longo da caminhada, não há razão para nós existirmos mais.” ( Pr. Alberto Timm).

I – Conversando com George Knight sobre o Adventismo

. Para Não Esquecer

. A Visão Apocalíptica e a Neutralização do Adventismo

II – As bases históricas dos padrões de vida Adventista

Em nossos dias, muito se fala sobre estilo de vida. E muita coisa do que é dita sobre o assunto, inclusive, em meio de muito achismo. Com o intuito de esclarecer, educar e expandir o conhecimento sobre esse mérito postamos abaixo uma matéria publicada na Review And Herald (Revista Adventista nos EUA) em Outubro de 1989 com um estudo sobre as bases históricas dos padrões de vida Adventista.   

Opção 2 para leitura

2.1- O Uso de jóias: Este tema nem deveria estar aqui, mas como muitos adventistas pensam que isto está alinhado à nossa identidade achamos melhor propor uma reflexão. 

2.1.1- O Adventista e as Joias: Um estudo sobre o uso de adornos na igreja adventista à luz das Escrituras.” por  André Reis

Nesse breve estudo o autor demonstra “que não há no texto bíblico uma proibição absoluta do uso da joia e adornos. O que os escritores bíblicos pedem é que as coisas sejam colocadas no seu lugar certo. Em estilo característico da mente semítica, Pedro e Paulo não proibiram o uso do adorno e da joia antes enfatizaram que estes não devem ser a “vitrine” do caráter da mulher cristã”.


2.1.2- Alguns versículos sobre joias  por Matheus Cardoso

“Tradicionalmente, os adventistas, como vários outros grupos cristãos, não costumam usar joias e certos tipos de adornos. Existem argumentos a favor e contra essa compreensão, e nem sempre é fácil avaliar a legitimidade de cada argumento. Ainda assim, com base em respeitadas fontes que defendem essa posição tradicional, é possível ao menos ter certeza de quais argumentos não devem ser usados.”

III – O Adventismo e o ecumenismo

Liberdade Religiosa x ‘fraternidade ecumênica’: quando as aparências enganam – Pr. Reinaldo W. Siqueira

“O ecumenismo moderno procura estabelecer o reino de Deus na Terra através da justiça social. Os adventistas compreendem que qualquer ação deste corpo, que possa beneficiar o ser humano na sua existência, não será um problema abrir nossas portas e nos unirmos neste enfoque. Porém, a luta pelo poder político ao invés da conversão das almas não é a nossa área”.

IV- Conversando sobre o Perfeccionismo e Teologia da Ultima Geração

A teologia da última geração foi desenvolvida e popularizada na Igreja Adventista por ML Andreasen (The Sanctuary Service [Washington, DC: Review and Herald Pub. Assn., 1937, revisada em 1947]). Andreasen estava construindo informações sobre AT Jones e EJ Wagoner. Esta teologia introduziu um forte elemento de legalismo em alguns setores da igreja ao afirmar que o caráter de Deus, caluniado por Satanás no conflito cósmico, será reivindicado através da santa e perfeita vida de obediência da última geração de crentes. Esta geração atingirá um nível de desenvolvimento de caráter inigualável na história cristã, copiando perfeitamente em suas vidas o que Deus fez em Cristo. Uma vez que isso aconteça, o Senhor retornará. Esta teologia procura explicar por que o Senhor ainda não retornou e a natureza e propósito da perfeição cristã.

V- Série “A Relevância do Adventismo” com os pastores Pastores Diego Ignácio e José Júnior

Atenção! Estou transcrevendo os temas 1.2 à 1.4 – Mas você poderá ouvi-los aqui

5.1-  Quando Tudo Começa Errado 
Um inicio conturbado que começa em um erro. Será que isso faz sentido? Será que Deus está realmente com esse povo? Se você é Adventista deveria ouvir isso, se não é, vale a pena conferir!  

5.2- Os Santos Também Lutam ( Em transcrição)

O que aconteceu na mais polêmica Conferência Geral da Igreja Adventista em 1888? Que lições podemos tirar e o que isso pode ter a ver com a “Relevância do Adventismo” hoje? Saiba quem é quem nessa briga de erros e egos. 

5.3.a – É bom demais para ser verdade – parte I ( Em transcrição)

Afinal de contas, qual foi o tema abordado na Conferência Geral de Mineapolis, em 1888? O que o tema tinha de tão importante? Será que você entende o que é o Evangelho mesmo?

O penúltimo episódio da série “A Relevância do Adventismo”, fala sobre a doutrina mais importante de todo o Cristianismo, será que os Adventistas entendem essa doutrina? Saiba também como os evangélicos nos entendem. 

5.3.b – É bom demais para ser verdade Parte II – ( Em transcrição)

O que você faz quando descobre que a coisa mais importante da sua vida, é a coisa mais simples e gratuita que pode existir em sua realidade?  

5.4- A Relevância do Adventismo – ( Em transcrição)

“A doutrina do Sábado parece ser a mais importante de todas no Adventismo, porque nos difere de todos. Mas será que essa é a nossa fonte de relevância ou é apenas um efeito da relevância que devemos ter? E que relevância é essa? Se você não é Adventista você sabe mesmo o que nós somos? Se você é um Adventista, para que você serve? Depois de 4 episódios a série “A Relevância do Adventismo” finalmente chega ao fim. Preconceitos foram derrubados, paradigmas refeitos e mitos eliminados. Agora o que resta é saber se você terá algum valor para a história da redenção ou se continuará pobre, cego e nu!”

Nesse breve estudo o autor demonstra “que não há no texto bíblico uma proibição absoluta do uso da joia e adornos. O que os escritores bíblicos pedem é que as coisas sejam colocadas no seu lugar certo. Em estilo característico da mente semítica, Pedro e Paulo não proibiram o uso do adorno e da joia antes enfatizaram que estes não devem ser a “vitrine” do caráter da mulher cristã”.

VI – Nisto Cremos

VII – Conversando com Edilson Constantino sobre o Adventismo

7.1 A Origem do Movimento Adventista e as Profecias Bíblicas 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *