Ano Bíblico 2020 – 303° Dia – Porcos e Cães – Mateus 7:6

Leitura Bíblica: Mateus 7:6

“— Não deem aos cães o que é santo, nem joguem as suas pérolas diante dos porcos, para que estes não as pisem com os pés e aqueles, voltando-se, não estraçalhem vocês.”

O Livro de Mateus

Por George Knight – Caminhando com Jesus no Monte das Bem Aventuranças

Surpresa!

Depois de cinco versos que nos falam de maneira bastante enérgica para não julgarmos, Jesus agora nos diz que precisamos julgar. E nos diz que somos capazes de julgar adequadamente e de distinguir porcos e cães das criaturas mais dignas.

Antes de examinarmos o significado dessa passagem, precisamos olhar para o significado dos cães e porcos pela perspectiva judaica. Para nós, um cão é um bichinho de estimação que muitos de nós adora ter e abraçar. O cão é, para muitos, “o melhor amigo do homem”. Não era assim, porém, no mundo antigo. Os cães eram carniceiros semisselvagens. O próprio nome deles era um termo desagradável e desonroso. De maneira similar, para a mente judaica o porco representava tudo quanto era impuro e proibido.

Não estamos, portanto, lidando com julgamentos de limites estreitos, mas com uma discriminação baseada em atributos externos. Qualquer pessoa pode dizer a diferença entre um porco e uma ovelha. Assim, os cristãos também devem julgar no sentido da discriminação, com base nas ações exteriores de uma espécie “suína”.

E muito bom que Mateus 7:6 esteja incluído em nossa Bíblia. Se contássemos apenas com os cinco primeiros versos do capítulo, teríamos apenas metade do quadro. A única conclusão a que chegaríamos era a de que seria errado julgar os outros de qualquer forma. Mas o versículo 6 traz equilíbrio. Sem o parecer que ele nos dá, não haveria base para a disciplina na igreja, nem para a discriminação entre os falsos ensinos e os verdadeiros.

Há na leitura bíblica de hoje uma lição. Precisamos tomar todo o conselho da Palavra de Deus. Os cristãos se metem em problemas porque apanham esse ou aquele texto ou citação, mas não conseguem ler a informação equilibrada. Quando vemos apenas um lado da questão e nos apressamos, ficamos suscetíveis àquele extremismo e fanatismo que atormentaram o cristianismo desde o seu início. Somos chamados a ser o povo de todo o Livro, e não apenas de parte dele.

Leitura Complementar:

Capítulo 6 – Não julgar, mas praticar

Você pode ver o Ano Bíblico 2020 completo aqui

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *