Ano Bíblico 2020 – 298° Dia – A Doença do Espírito – Romanos 14:10

Leitura Bíblica: Romanos 14: 10

“Você, porém, por que julga o seu irmão? E você, por que despreza o seu irmão? Pois todos temos de comparecer diante do tribunal de Deus.”

O Livro de Romanos

Por George Knight – Caminhando com Jesus no Monte das Bem Aventuranças

A ‘critiquice’, afirma Douglas Hare, “é a mania de criticar o que os outros dizem e fazem. E uma doença do espírito” na qual “o crítico arrogantemente atribui a si mesmo a superioridade que o autoriza a avaliar as falhas alheias”.

Quando Jesus fala sobre julgar os outros, em Mateus 7:1-5, declara que a justiça superior de Seu reino (ver Mateus 5:20) envolve a decidida renúncia da tentação de julgar os outros de maneira mais implacável do que a nós mesmos.

E, contudo, como é fácil exigir dos outros um padrão mais elevado. Lembro-me de minha esposa me ajudando a datilografar um projeto quando eu era universitário. Contávamos com dois datilógrafos e trabalhávamos tão rápido quanto podíamos para cumprir meu prazo.

Então surgiu um problema. Eu disse que o trabalho dela não era satisfatório. Tinha esse problema e aquele. Ela ficou bastante indignada. Mas logo deu um basta nessa atitude quando me fez ver que minhas páginas estavam mais cheias de erros do que as dela.

Ajuda-me, Senhor, a vencer minha doença do espírito.

Apesar da ordem de Jesus de sermos perfeitos (Mat. 5:48), ninguém é perfeito. Precisamos esforçar-nos para limpar nossa própria vida, antes de estarmos em condição de aconselhar bondosamente os outros. E mesmo então esse conselho bondoso deve sempre ser dado dentro do contexto da tema misericórdia que Deus tem para conosco.

Á luz das palavras de Jesus, fico sempre desconfiado dos que se especializam em criticar os outros, principalmente quando adotam uma atitude arrogante e/ou sarcástica.

A atitude dos fariseus continua a existir em indivíduos metidos a santos que, aos seus próprios olhos, se esforçaram mais e foram além dos outros na caminhada cristã. Uma atitude como essa faz vista grossa tanto à fraqueza da natureza humana como à abundante misericórdia de Deus. Todos nós temos motivos para humilhar-nos. Todos nós temos doenças do espírito. Todos nós compareceremos como iguais perante o tribunal de Cristo.

Você pode ver o Ano Bíblico 2020 completo aqui

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *