Mulheres Adventistas em Ação

CPB – Aqui você encontra mais livros sobre a história do Adventismo

“E Miriã lhes respondia:“Cantem ao Senhor,porque triunfou gloriosamente e lançou no mar o cavalo e o seu cavaleiro.” Êxodo 15: 21

As mulheres sempre desempenharam uma parte na obra de Deus. Isso também se aplica ao adventismo milerita.

Lucy Maria Hersey, por exemplo, se converteu aos 18 anos de idade e sentiu que o Senhor a estava chamando para pregar o evangelho.

Em 1842, ela aceitou a doutrina de Miller. Pouco depois, acompanhou o pai numa viagem a Schenectady, Nova York, onde um dos crentes pedira a ele que falasse a um grupo de não adventistas sobre as evidências de sua fé. As pessoas “se opunham tanto a mulheres falando em público” que o anfitrião achou melhor que só o pai fizesse a apresentação. No entanto, o sr. Hersey perdeu a voz.

Após um longo silêncio, o anfitrião apresentou Lucy e disse que ela era capacitada a discorrer sobre o assunto. E foi isso que ela fez. A reação foi tão favorável que logo eles precisaram arranjar um auditório maior para acomodar a multidão. Esse foi o início de um trabalho frutífero que resultou na conversão de vários homens que se tornaram pregadores adventistas.

Olive Maria Rice teve ainda mais êxito. Ela se converteu ao milerismo em 1842: “Estou convicta de que o Senhor tem algo mais para mim do que ajudar nas reuniões de oração.” Em março de 1843, Deus já havia abençoado seu trabalho com centenas de conversões. Ela escreveu a Himes: “A todo tempo há quatro ou cinco lugares requisitando meus esforços ao mesmo tempo.”

Rice reconhecia que muitos se opunham a sua obra, por ser mulher, mas declarou: “Não ouso parar pelo único motivo de ser uma irmã. Embora homens possam me censurar e condenar, sinto-me justificada diante de Deus e espero com alegria o dia de prestar contas por assim advertir as pessoas à minha volta.”

Elvira Fasset precisou superar a oposição de seu marido. Ela aprendera que as mulheres não deveriam falar em público. Contudo, depois de ser pressionada por outros, finalmente cedeu e descobriu que o Senhor abençoava seu trabalho. Um dos conversos mais importantes foi seu esposo, que testemunhou o impacto da pregação da esposa e passou a reconhecer a importância da profecia de Joel 2, a qual prediz que nos últimos dias Deus derramaria Seu Espírito sobre as filhas e as servas. Depois disso, o casal Fasset começou a atuar como uma equipe ministerial, pregando juntos a mensagem adventista.

A boa notícia é que Deus chama todos nós para proclamar Sua mensagem.

. Mulheres negras adventistas

Você pode ver aqui os outros dias dessa meditação

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *