O Napoleão da Imprensa

CPB – Aqui você encontra mais livros sobre a história do Adventismo

“Vi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que habitam na terra, e a cada nação, tribo, língua e povo, dizendo com voz forte:— Temam a Deus e deem glória a ele, pois é chegada a hora em que ele vai julgar. E adorem aquele que fez o céu, a terra, o mar e as fontes das águas.”Apocalipse 14: 6 – 7

O homem que levou o adventismo ao conhecimento do grande público não foi Guilherme Miller, mas Josué V. Himes, pastor da Conexão Cristã que aprendera as habilidades de jornalista com William Lloyd Garrison, o líder do movimento de libertação dos escravos.

Em seu primeiro encontro com Miller, em novembro de 1839, Himes se convenceu de sua mensagem, mas se espantou com o fato de não ser ainda conhecida.

– Você realmente acredita nesta mensagem? – perguntou Himes.

– Com certeza. Caso contrário, eu não a pregaria – disse Miller.

– Mas o que você está fazendo para difundi-la por todo o mundo?

– Tudo que posso – foi a resposta de Miller.

– Bem, mas ela ainda está escondida. Há pouco conhecimento sobre o assunto, depois de tudo o que você já fez. Se Cristo vier dentro de alguns anos, como você acredita, não se deve perder tempo em dar a advertência à igreja e ao mundo, com o ímpeto de um trovão.

– Sei disso, irmão, sei disso. No entanto, Himes, o que um velho fazendeiro pode fazer? Tenho procurado ajuda. Eu quero ajuda.

Com a entrada de Himes, o milerismo assumiu uma dinâmica que não tinha antes. Com sua explosão de energia e criatividade, entre 1840 e 1844, Himes colocou o movimento a todo vapor.

Nathan Hatch, importante historiador das religiões nos Estados Unidos, descreveu os esforços de publicação de Himes como um “ataque de mídia sem precedentes” e “uma inédita avalanche de comunicações”. Um dos críticos de Himes o chamava de “Napoleão da imprensa”.

Dentro de um curto espaço de tempo, Himes deu início aos periódicos The Midnight Cry [O Clamor da Meia-Noite] e Signs of the Times [Sinais dos Tempos], que levaram a mensagem do advento aos confins da Terra, e publicou um número sem-fim de livros e folhetos. Em poucos anos, com tecnologia relativamente primitiva, ele distribuiu milhões de impressos. Himes era o relações públicas, e Miller, o homem das ideias. Ambos foram fundamentais para conferir dinamismo ao movimento.

A boa notícia é que Deus precisa de todos nós. Cada um tem algum talento que pode usar para a glória dEle. Na verdade, hoje mesmo, o Senhor chama você para dedicar mais uma vez sua vida e suas habilidades a Ele e à Sua obra na Terra.

Você pode ver aqui os outros dias dessa meditação

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *