Conversando sobre o livro de Daniel com o Pastor Victor Beijota

“Um dos objetivos mais importantes do estudo da Bíblia é aprender sobre Jesus. Afinal, as Escrituras desde o Gênesis ao Apocalipse testificam Dele. O Novo Testamento apresenta cerca de 200 referências ao livro de Daniel. Proporcionalmente, Daniel é citado tanto quanto Isaías e Salmos, que são os livros mais citados, ou apresentados por meio de alusões, no Novo Testamento. Com certeza, o livro de Daniel tem muito a dizer sobre Jesus.

Jesus é o centro da Bíblia, e também é o centro do livro de Daniel.

Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; João 5:39

E no livro de Daniel não é diferente. Jesus está presente em todos os capítulos desse livro, pois a experiência de Daniel é análoga à experiência de Cristo.

Em cada capítulo podemos ver a presença de Jesus, de maneira literal ou através de analogias. 

Outra coisa interessante é que existem seis princípios bíblicos que nos ajudarão a melhorar o foco à medida que aprendemos sobre Cristo no livro de Daniel.

Primeiro, Jesus é revelado na progressão histórico-redentiva e Ele é o alvo da história da salvação descrita nas profecias de Daniel.

Em segundo lugar, Jesus aparece no padrão de promessa-cumprimento apresentado nas profecias de Daniel.

Por exemplo, Jesus é o Filho do Homem e o Messias vindouro anunciado em Daniel 7 e 9, respectivamente.

Em terceiro lugar, ao estudarmos a tipologia bíblica, aprendemos que Deus estabeleceu alguns eventos e instituições para antecipar importantes aspectos do plano da salvação.

Assim Jesus é revelado no santuário/sacerdócio/sacrifício mencionados no livro de Daniel.

Em quarto lugar, vemos claras referencias e semelhanças entre os desafios enfrentados por Daniel e os que Jesus viveu aqui na terra.

Por exemplo, a pressão exercida sobre os amigos de Daniel para que se prostrassem e adorassem “a imagem de ouro” é refletida no episódio em que o diabo tentou Jesus: “E Lhe disse: Tudo isto Te darei se, prostrado, me adorares”.

E lhe disse: “Tudo isto lhe darei, se você se prostrar e me adorar”. Mateus 4:9

A fidelidade dos amigos de Daniel nos lembra a obediência de Jesus ao Pai.

Quinto, Jesus aparece nos temas longitudinais que apontam para Ele no Novo Testamento.

Por exemplo, a salvação aponta para Jesus como o Salvador de Seu povo.

Sexto, as referências ao livro de Daniel no Novo Testamento são outra forma de vermos Jesus.

Por exemplo, Apocalipse 13:1-8 faz alusão a Daniel 7. Em Mateus 26:64 e Marcos 14:62, Jesus Se referiu a Daniel 7:13 e aplicou a Si mesmo o título de “Filho do Homem”

Embora tenha sido escrito há mais de 2.500 anos, o livro de Daniel continua sendo relevante para o povo de Deus no século 21.

Esse livro nos mostra 3 lições básicas;

1.      Deus continua sendo soberano em nossa vida. Mesmo quando as coisas dão errado, Deus continua se preocupando em abrir caminhos para beneficiar Seus filhos.

A experiência de Daniel na Babilônia se parece com a de José no Egito e a de Ester na Pérsia.

Esses três jovens estavam cativos em países estrangeiros e sob o poder esmagador de nações pagãs.

Ainda que eles parecessem fracos e abandonados por Deus, o Senhor os fortaleceu e os usou de forma poderosa.

Ao enfrentar provações, sofrimentos e oposição devemos olhar para o passado e lembrar dessas historias.

2. Deus dirige o curso da História. Às vezes nos sentimos aflitos neste mundo cheio de pecado e violência.

3. Deus apresenta um exemplo para Seu povo do tempo do fim. Daniel e seus amigos servem como exemplos para nossa vida em uma sociedade que defende uma visão de mundo muitas vezes em desacordo com a da Bíblia.

Quando pressionados a transigir com sua fé, eles permaneceram fiéis à Palavra de Deus.

A experiência de fidelidade e compromisso absoluto com o Senhor nos fortalece ao enfrentarmos oposição e até mesmo perseguição por causa do evangelho.

Ao mesmo tempo, Daniel mostra que é possível oferecer uma contribuição ao estado e à sociedade e permanecer comprometido com o Senhor.

O livro de Daniel, juntamente com apocalipse, é mais uma prova de como Deus previa e fez questão de alertar todas a gerações a respeito do que está por vir.

Em seu livro Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, Ellen White faz questão de enfatizar que: “Há necessidade de mais íntimo estudo da Palavra de Deus; especialmente Daniel e Apocalipse devem merecer a atenção como nunca antes. […] A luz que Daniel recebeu de Deus foi dada especialmente para estes últimos dias” (Ellen G. White, Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, p. 112, 113).

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *