Descoberta Surpreendente

CPB – Aqui você encontra mais livros sobre a história do Adventismo

“Ele me disse:— Até duas mil e trezentas tardes e manhãs. Depois, o santuário será purificado.” Daniel 8: 14

Miller não evitava os textos que alguns consideram as partes mais infrutíferas das Escrituras, como as cronologias. “Tinha plena convicção de que ‘toda a Escritura é inspirada por Deus e útil’, que ela veio a existir não pela vontade do ser humano, mas foi escrita à medida que homens santos eram movidos pelo Espírito Santo, para nosso aprendizado, a fim de que, por meio da perseverança e do consolo da Bíblia, pudéssemos ter esperança. Por isso, conseguia enxergar nos trechos cronológicos das Escrituras uma porção da Palavra de Deus tão digna de nossa séria consideração quanto qualquer outra.”

“Senti, portanto, que, na tentativa de compreender o que Deus, em Sua misericórdia, achou apropriado nos revelar, eu não tinha o direito de passar por cima dos períodos proféticos. Percebi que os acontecimentos preditos para se cumprir em dias proféticos haviam se estendido por muitos anos literais; como em Números 14:34 e Ezequiel 4:4-6, Deus havia designado um ano para cada dia. […] Só conseguia considerar o tempo simbólico, atribuindo um ano para cada dia, em conformidade com a opinião de todos os comentários protestantes tradicionais. Caso conseguíssemos, então, obter alguma pista quanto a seu momento de início, veio-me à mente que poderíamos ser guiados até o momento provável de seu fim. Como Deus não nos faria uma revelação inútil, eu as interpretei como relativas ao tempo em que esperaríamos confiadamente pela vinda” de Cristo.

Miller interpretou a purificação do santuário, em Daniel 8:14, como a purificação da Terra pelo fogo por ocasião do segundo advento. Uma vez que os eruditos bíblicos concordavam, de modo geral, que a data de início dos 2.300 dias era 457 a.C., ele concluiu, em harmonia com diversos autores que escreveram sobre o tema, que a profecia de Daniel se cumpriria por volta de 1843.

A diferença de opinião quanto a Daniel 8:14 não se referia ao tempo; mas, sim, à natureza do evento. Por volta de 1818, Miller chegou à conclusão surpreendente de que “dentro de cerca de 25 anos […] todas as questões presentes seriam terminadas; todo o orgulho e poder, toda a pompa e vaidade, maldade e opressão chegariam ao fim; em lugar dos reinos deste mundo, o tão desejado e pacífico reino do Messias seria estabelecido”.

A volta de Jesus continua a ser a maior de todas as esperanças, o acontecimento que produzirá alegria suprema

Você pode ver aqui os outros dias dessa meditação

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *