Como Lidar com as Emoções

Esta publicação eBook é parte integrante de uma vasta coleção de livros gratuitos online disponibilizados pelo White Estate  site http://www.egwwritings.org/

As doenças de origem emocional têm se tornado epidêmicas. Isso se deve as condições inerentes as pessoas e também ao ambiente degradado e relações interpessoais complicadas que caracterizam os tempos em que vivemos.

Os fatores agressivos ou estressantes são cada vez mais poderosos, cobrando de nós uma importante capacidade e energia para compreender, avaliar e gerenciar as exigências ou dificuldades, antes que se transformem em problemas, preocupações, angústia, medo ou violenta depressão.

E o que fazer se algum desses sintomas ou doenças emocionais já faz parte de sua vida? Além de tudo o que a medicina, a psicologia e a psiquiatria podem realizar, estão o poder de Deus e o Seu desejo de que sejamos felizes. Ele não somente tem dado conhecimento a muitos profissionais da saúde como, de forma especial, têm instruções importantes para nós, as Suas criaturas. Esse e o objetivo deste livro.

Considerar o ser humano como um todo indivisível, no qual o físico, o emocional e o espiritual são interdependentes, é a forma moderna e correta de começar a solucionar a questão; é também a posição adotada pela autora deste livro. Inspirada por Deus, ela defendeu conceitos revolucionários para a época em que viveu, relacionando fatores e propondo soluções que hoje são endossados pela ciência mais avançada.

Ainda estamos longe de compreender plenamente o ser humano e seu relacionamento com o ambiente terrestre, com Deus e com o Universo, mas este pequeno livro representa uma contribuição para as pessoas que desejam lidar melhor com suas emoções, fruindo a vida e seus relacionamentos com mais alegria, coerência, saúde e sucesso.

Existem hoje milhares de vítimas de sofrimentos físicos que, como o paralitico, estão anelando a mensagem: “Perdoados estão os teus pecados.” Marcos 2:5

Culpa – Consciência da transgressão de um princípio ético ou moral, trazendo como resultado o remorso. Essa é a culpa consciente. Entretanto, a culpa pode estar camuflada, tomando forma inconsciente, ou manifestando-se através de despistamentos e coberturas, como defesas do ego, a chamada racionalização.

Capítulo 1

Capítulo 2

Capítulo 3

Capítulo 4

Capítulo 5

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *