Daniel – Capítulo 1

Em Construção

De Jerusalém à BabilôniaDaniel 1, um capítulo rico e essencial para a compreensão de todo o livro.

“Ao longo de anos, o povo de Israel se afastou dos caminhos do senhor. Vários profetas alertaram que se o povo não voltasse pra Deus, seriam conquistados e exilados. Portanto, assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Causarei uma tal desgraça em Jerusalém e em Judá que os ouvidos de quem ouvir a respeito ficarão zumbindo. 2 Reis 21:12

O povo não se arrependeu, e a profecia condicional se cumpriu, Jerusalém foi conquistada, destruída e saqueada pela babilônia.  O rei Nabucodonosor chegou invadindo tudo, colocando fogo na cidade, saqueando os palácios e o templo, e fazendo uma deportação em massa, levando pra si, não apenas tesouros materiais, como também tesouros intelectuais.

Foram exilados os nobres, os lideres e os pensadores, para com seu conhecimento ajudar a nação da Babilônia a crescer ainda mais.

Na cidade destruída só ficavam mesmo os pobres, que geralmente eram destruídos por uma guerra posterior. Daniel e seus amigos estavam nesse grupo de sábios que foram deportados de sua terra natal, Jerusalém, para a Babilônia, para servir e trabalhar para o rei Nabucodonosor.

Parte desse processo de recrutamento, consistia em destruir a identidade desses sábios para que eles não tivessem mais nenhuma ligação com sua terra natal e sua cultura de origem.

Isso explica o fato de mudarem até os nomes de Daniel e seus amigos. O processo seletivo tinha como objetivo fazer uma lavagem cerebral nesses israelitas, para que eles mudassem sua cosmovisão, e assimilassem para si os valores e a cultura da babilônia.

É tipo o que satanás tenta fazer hoje com a gente, ele nos ataca com seus valores através de filmes, músicas, sites e pessoas pra deixarmos de lado os valores de Deus, e viver com base nos valores desse mundo.

Nesses momentos, o conselho de Paulo é mais que útil:  

“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2

Proteja sua mente, meu irmão!

Assim que eles chegaram na Babilônia, já foram convidados a comer na mesa do rei.  Naquela época esse convite simbolizava que eles eram pessoas de confiança, a nata da sociedade.  Mas claro, com esse “privilégio” veio a condição de que eles deveriam se render completamente ao sistema de adoração babilônico, a começar pela comida!

Isso porque as refeições, além de serem compostas por alimentos impuros, condenados pela Bíblia, eram dedicadas aos deuses daquele país, e fazer parte desse banquete significava cultuar esses deuses.

Nossa, Que tenso! Já deram de cara com uma provação dessa! E se você tivesse no lugar de Daniel e dos seus amigos, você se renderia?  Longe de casa, longe da família, sem ninguém para te julgar, você permaneceria fiel aos seus princípios? […] tem gente que muda de emprego, ou entra para faculdade, e vira a cabeça!  Sério, será que você só é crente porque a situação ao seu redor favorece isso?

Nessas horas que a gente vê se realmente acredita no que vivemos, ou apenas somos resultados de um condicionamento?

A gente, especialmente quem já é crente há muito tempo, precisa passar pelo processo de conversão, que consiste em assimilar e assumir para nós as crenças que temos, temos que parar de viver a espiritualidade do papai e da mamãe. Sério, é melhor ser frio lá fora do que ser morno aqui dentro.

Você se sente convertido? Se isso acontecesse com você hoje, você permaneceria fiel?

Daniel e seus amigos foram logo questionados porque não queriam comer da comida do rei, mas a decisão deles foi firme!

“Daniel, contudo, decidiu não se tornar impuro com a comida e com o vinho do rei, e pediu ao chefe dos oficiais permissão para se abster deles.” Daniel 1:8

Com muita coragem, pediram ao chefe dos oficiais uma permissão para não comerem essa comida. […] : “E Deus fez com que o homem fosse bondoso para com Daniel e tivesse simpatia por ele”. Daniel 1:9

Daniel foi muito corajoso, ele propôs uma experiência de dez dias, onde comeriam apenas vegetais e água.

O Exílio na Babilônia foi resultado da desobediência. Tenha uma fé consciente para poder permanecer firme nas adversidades. Cuide da sua saúde especialmente da sua alimentação. Seja um sacrifício vivo fazendo tudo para honrar a Deus, e não a si mesmo!

Você pode ver todo o estudo de Daniel aqui

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *